Nesta situação de burla, o elemento principal para a acção do burlão, é fazer com que a transacção vinda da vítima, seja indetectável e irreversível. Caso contrário, assim que a vítima se der conta da situação de burla, poderá retirar o dinheiro e/ou alertar as autoridades que tentarão localizar a origem da conta usada pelo burlão.

As transferências via Western Union ou Alliance&Liecester Bank, são ideais e as mais usadas nestes esquemas. Este tipo de transferências, no caso de serem internacionais, não poderão ser canceladas ou revertidas, e a pessoa que receber dinheiro através destas não poderá ser localizada. Estas pessoas não têm de apresentar nenhum tipo de identificação para abrir uma conta Western Union; apenas necessitam ter um número de conta e uma pergunta secreta. Desta forma, a grande maioria das situações de burla, envolvem este tipo de transferência bancária.

Existem outras formas irreversíveis de pagamento, como o vale postal dos correios ou cheques , mas a transferência bancária é de facto o método mais rápido e mais comum. Em muitos casos, a Western Union não toma quaisquer medidas contra potenciais situações de fraude,  não denunciando às autoridades, nem dando assistência sem uma ordem do tribunal. Afirmam que não podem tomar nenhum medida e não actuam para resolver estas questões, como por exemplo, contactar as autoridades do país para o qual o valor transferido foi enviado.

transf_bancária

Exemplo de tentativa de burla avançada. Portanto o burlão aqui faz um comprovativo com um programa próprio a fim de iludir os anunciantes em como já efectuou o pagamento.

(Atenção este documento é falso.)

transfer receipt2

Veja também:

Cheques falsos

Tentativas de Burlas